window.lintrk('track', { conversion_id: 13086145 });
top of page

O que é Microsoft Fabric?

Já pensou em unificar todas suas cargas de trabalho de dados e análises, além de fazer o gerenciamento de capacidade, de custos e monitoramento dos ambientes em um único lugar? Então você precisa conhecer o Microsoft Fabric, a plataforma unificada lançada recentemente pela Microsoft. Saiba mais nesse artigo. Boa leitura!


Microsoft Fabric
Fonte - Microsoft

O Microsoft Fabric é o mais recente lançamento da Microsoft, que promete algo revolucionário para empresas que querem ou já possuem uma estratégia de dados. Como explica a Microsoft: o Fabric é uma solução de análise unificada que conecta tudo. A plataforma permite o gerenciamento de dados em um único datalake, que basicamente é um ambiente onde os dados são armazenados, para simplificar e manter uma única fonte de verdade. Ou seja, com o Microsoft Fabric é possível unificar todas suas cargas de trabalho de dados e análises, além de fazer o gerenciamento de capacidade, de custos e monitoramento dos ambientes em um único lugar.


Uma sequência de tentativas da Microsoft


Essa unificação é um desejo de longa data da Microsoft, outras plataformas saíram do papel antes e é importante conhecer essa sequência de tentativas, para então entender a relevância do lançamento do Microsof Fabric.

Em maio desse ano o Azure Fabric foi anunciado e isso gerou um grande “alvoroço” na comunidade técnica, pois enfim uma dor muito grande seria sanada: a fragmentação dos componentes além da gestão complicada também para custo.


Para trazer um pouco mais de clareza sobre o problema atual que o Fabric veio solucionar, confira um pouco da história sobre analytics no Azure.


Analytics no Azure


A Microsoft Lançou o Azure Data Factory (ADF) que foi uma revolução por trazer muita simplicidade para a ingestão de dados e orquestração, algo que não existia em seus concorrentes, AWS e GCP, porém ainda havia a necessidade de ter mais de um componente, pois o Azure Data Factory sozinho não armazena dados.

Sendo assim, é necessário que se tenha pelo menos um local de armazenamento de dados como um banco de dados ou um “data lake”, acrescentando uma nova camada para ser gerenciada e analisar custos.

Na sequência, veio a evolução do ADF com o Synapse Analytics, que antes era chamado de Synapse Studio. A promessa desta ferramenta seria a unificação, possibilitando que engenheiros de dados e profissionais de analytics trabalhassem em conjunto na mesma plataforma.

Com o Synapse Analytics foi possível, com apenas 2 componentes, expandir e muito as possibilidades de ambiente unificado, que são:


  • Ingestão de dados com o Pipeline

  • Processamento do dado com Synapse Spark

  • Disponibilização do dado com o Synapse Serverless

  • Teoricamente, também trabalhar com o Power BI dentro do Synapse

Porém, este ambiente mesmo sendo mais amigável que o modelo antigo onde tínhamos dados mais separados em outras ferramentas, ainda tinha o processo de gestão de custo um pouco complexo, além da integração com o Power BI ser muito abaixo das expectativas, sendo necessário que o analista tenha em sua máquina o Power BI instalado para poder desenvolver suas análises de dados.


O Microsoft Fabric

Agora a Microsoft se aprimorou, ouviu os feedbacks dos clientes e apresentou o Microsoft Fabric, a plataforma de analytics que está dentro do portal do Power BI, possibilitando que seja possível fazer toda a construção da ingestão até o dashboard final, tudo 100% dentro do portal online.


Entenda melhor sobre as vantagens:

Entre as principais vantagens do Microsoft Fabric está a simplificação no modelo de custos do ambiente do Fabric, sendo a compra realizada através de capacidades dedicadas fazendo com que o trabalho seja muito mais facilitado.

Antes era necessário precificar pelo menos umas 5 ferramentas diferentes, ter conhecimentos de redes, gestão de acesso para cada ferramenta separada e etc. Já com o Fabric isso não será mais uma preocupação, pois uma capacidade dedicada já engloba os recursos de engenharia. Trazendo também a facilidade e flexibilidade de subir ou reduzir a capacidade adquirida. Confira a tabela de preço e modelo de cobrança aqui.

Outra vantagem está no processo de gestão do ambiente. Antes, por haver uma fragmentação muito grande dos recursos, era necessário a contratação de uma ferramenta a mais para tentar ter uma visão completa dos dados. Hoje com o Fabric é possível ter o controle visual da linha dos dados sem a contratação de um recurso extra.

Com o Microsoft Fabric é possível potencializar a integração entre os times de engenharia e visualização e simplificar a transformação de uma query para um dashboard através de 1 “click” e muito mais.

O Fabric já está revolucionando o modo em que as empresas e times interagem entre si, tornando o caminho muito mais simples e transparente.


Microsoft Fabric
Ambiente do Microsoft Fabric

O Microsoft Fabric é o futuro que já pode e deve ser usado em empresas que focam na maturidade dos dados. Mas lembre-se de que é preciso usá-lo de forma estratégica. Se você quer entender melhor sobre como dar o primeiro passo, conte com os profissionais da Dataside.

bottom of page