window.lintrk('track', { conversion_id: 13086145 });
top of page

Inteligência Artificial na Saúde - Case Oncoclínicas


Quando a tecnologia se une a saúde, todos os lados se beneficiam, sabendo disso, a Oncoclínicas, que tem inovação como um de seus pilares, procurou a Dataside para fortalecer sua excelência através da tecnologia inteligente, em parceria com a Microsoft.


Saiba mais sobre o primeiro caso de uso do Azure Text Analytics for Health em língua portuguesa e sobre o portal web e aplicativo mobile para armazenar procedimentos clínicos e médicos com o Azure Cognitive Services.


inteligência artificial na saúde


Azure Text Analytics for Health

O Azure Text Analytics for Health é, segundo a Microsoft, um recurso para extrair insights de dados médicos não estruturados.

E o que são dados não estruturados?

São tipos de dados que não seguem um formato ou organização específica. Eles não estão organizados em colunas, tabelas ou campos, e não possuem um padrão pré-definido. Diferentemente dos dados estruturados, organizados em formatos como bancos de dados, planilhas ou sistemas de gestão, os dados não estruturados são mais difíceis de serem analisados e interpretados automaticamente, pois não possuem uma estrutura clara.

Com isso, a análise desses dados pode ser complexa e requer técnicas avançadas de processamento de linguagem natural, aprendizado de máquina e outras abordagens de análise de dados não estruturados para extrair insights significativos.

Trazendo para a realidade da área da saúde

Podemos pensar em um exemplo: uma clínica responsável por diversos pacientes, sendo que cada um está em uma fase diferente de algum tratamento. Agora, pense pelo lado do paciente, cada paciente deve ter alguma gaveta ou pasta com inúmeros envelopes, amontoados há anos. Isso quando se tem guardado, pois alguns resultados de exames se perdem pelo caminho.

Diante disso, o diagnóstico para dar início a qualquer tratamento que seja acaba sendo tardio. As consequências afetam diretamente na saúde das pessoas, pois a consequência é o procedimento também começar mais tarde e sabemos que existem cenários onde a melhora do paciente depende muito da urgência em iniciar o tratamento.

Aqui entra a importância do recurso disponibilizado pela Microsoft. Como citamos acima, o Azure Text Analytics for Health extrai insights de dados não estruturados, mas exclusivamente de dados médicos, identificando termos específicos da área da medicina.

“O recurso de saúde do Text Analytics usa técnicas de processamento de linguagem natural para localizar e rotular informações valiosas em documentos clínicos não estruturados, como anotações médicas, resumos de alta, documentos clínicos e registros eletrônicos de saúde. A Análise de texto também vincula a ontologias médicas e sistemas de codificação específicos de domínio, identifica conexões significativas entre os conceitos mencionados no texto e explica a negação no texto médico”, explica a Microsoft.

Outro exemplo que reforça a importância da aplicação inteligente desse recurso é a possibilidade de analisar aumento de doenças, vamos a uma situação fictícia para exemplificar: segundo os dados na última semana tiveram 10 casos de virose “y”, e nessa semana aumentou para 20. É possível identificar, prever e fazer um controle de casos de aumento ou diminuição de doenças de forma rápida.



Caso Oncoclínicas

O crescimento do Grupo Oncoclínicas se deve a cultura da inovação. O time de excelentes profissionais, agregado ao investimento em tecnologia, é a estratégia que engloba diversos benefícios para as vertentes envolvidas.

A Oncolcínicas é pioneira no país em gestão de serviços oncológicos e, se dedicando à duas vertentes, uma para pacientes e familiares e outra para os médicos, o grupo é referência nas áreas de: oncologia, radioterapia, hematologia e transplante de medula óssea.

Como o maior grupo de oncologia da América Latina, a Oncoclínicas atua em 13 estados brasileiros e no Distrito Federal, totalizando 129 unidades no Brasil. O grupo realiza mais de 1,4 milhão de atendimentos por ano. Diga-se de passagem, são muitos dados para analisar, não é mesmo?

O principal desafio quando o grupo chegou a Dataside era fazer o processamento dos exames diante desta larga escala de atendimento. Os dados centralizados em um sistema eficiente trariam benefícios para os profissionais da saúde e para os pacientes, acelerando os tratamentos. Além de possibilitar insights importantes para estudos de tratamentos. Foi o que a Dataside fez e mais além.


"A Microsoft e a Dataside foram muito parceiras, é um projeto inovador e sabíamos que enfrentaríamos dificuldades, mas vencemos cada um dos desafios que enfrentamos nesse período e ficamos muito satisfeitos com o resultado." - Marcio Guimarães: Gerente executivo de Data e Analytics - Oncoclínicas

Solução oferecida pela Dataside

Além de digitalizar, a Dataside possibilitou entendimento, através de NLP - Processamento de Linguagem Natural e OCR, do que está no texto do documento em PDF, os exames em si, e estruturar os dados. Com isso é possível saber as informações do histórico de cada paciente de forma rápida. Ou seja, não apenas clicar no documento, abrir o PDF e ter que ler tudo, mas sim já ter todas as informações estruturadas em um banco de dados.

Como exemplo: paciente “A” fez um exame “B” em região “C”, com médico “X” e deu positivo ou deu negativo. As informações são compreendidas com eficiência.

A Inteligência Artificial foi aplicada no projeto que resultou em duas plataformas: um aplicativo de celular, que consiste em fotografar o documento para “subir” no sistema e uma plataforma web, para ser usada tando para consulta como para enviar documentos em PDF já digitalizados.

Como um dos principais benefícios agregados ao projeto, está o aumento na qualidade das consultas e agilidade, pois com essa inteligência os médicos conseguem chegar a uma conclusão de forma mais rápida, através de perguntas mais eficientes, além da melhora no tempo das consultas sem comprometer a qualidade. Outro ponto benéfico é a redução de custos com análise de documentos.

Com foco na resolução do problema apontado pelo cliente, a Dataside desenvolveu o primeiro projeto do mundo a usar a API for “health”, da Microsoft, na Língua Portuguesa.

“O texto não estruturado continua a ser um desafio na indústria da saúde – tornado ainda mais complexo pelas barreiras da linguagem. Liberar a tecnologia biomédica da PNL em vários idiomas é um enorme passo à frente na ponte para preencher as lacunas na equidade em saúde criadas pelas barreiras linguísticas. Na Dataside, em conjunto com a Microsoft, esperamos continuar a criar tecnologia para ajudar a preencher essa lacuna”, é o que explica a própria Microsoft no artigo “Expandindo a tecnologia de IA para texto biomédico não estruturado além do inglês”.


"O primeiro benefício é conseguir acessar de forma estruturada as informações importantes, agora podemos acessá-las para fins estatísticos, de análise e mais. O segundo é facilitar muito a questão da estruturação da informação." - Marcio Guimarães: Gerente executivo de Data e Analytics - Oncoclínicas

Quer saber mais sobre os bastidores desse projeto com os profissionais envolvidos? Acesse ao episódio Inteligência Artificial aplicada à Saúde, da Semana da IA no canal da Dataside. Além disso, você pode conferir também o artigo publicado pela Microsoft: Oncoclínicas cria portal web e aplicativo mobile para armazenar procedimentos clínicos e médicos com o Azure Cognitive Services.



bottom of page