window.lintrk('track', { conversion_id: 13086145 });
top of page

I.A na segurança digital

Se hoje temos propostas para ter sistemas de proteção de dados cada vez mais seguros, é graças a evolução da IA e as ferramentas de verificação de identidade. Hoje, você acompanha o papel da IA aliada ao Machine Learning para melhorar a segurança e funcionamento de empresas.


Quando falamos sobre sistemas de segurança que evoluíram graças a tecnologia, não podemos deixar de pensar em celulares. Se hoje achamos senhas e PINs trabalhosos e lentos, há celulares que já apostaram totalmente no reconhecimento facial no lugar da biometria já tão eficaz e rápida.


Isso porque as facilidades da internet trazem também, riscos para a segurança de nossas informações e atividades, o novo modo com que trocamos e acessamos informações atrai fraudadores e tentativas de roubo de dados.


A partir disso, surgiram métodos e sistemas criados para evitar e prevenir tais feitos, como criptografia digital e tecnologias de escaneamento e checagem de dados. A IA com reforço das tecnologias de Machine Learning também é capaz de facilitar processos em prol de manter a segurança, além de aumentar a agilidade nos processos de checagem e monitoramento.


Atualmente, a maioria dos processos que asseguram nossas transações são digitalizados e autônomos, não só por serem mais rápidos e fáceis, mas também pelos níveis de assertividade das máquinas e sistemas, que são guiados pelos programas certos, criados para atingirem a perfeição na única tarefa que precisam realizar. Isso, além de desocupar mão de obra qualificada, afinal com a IA assumindo tarefas repetitivas, porém necessárias, tornou-se mais simples redistribuir essas pessoas em funções realmente complexas e essenciais.


Confira como isso pode ser aplicado na prática, em uma grande empresa:


MostID


Com base nessas evoluções, era de se esperar que outras empresas de segurança melhorassem seus métodos para ter a praticidade que os novos sistemas oferecem. A empresa Most Specialist Technologies chegou a maneiras tecnológicas de diminuir a espera e incongruência na verificação de documentos.


O sistema desenvolvido pela empresa, o MostID, é capaz de comparar a imagem real de uma pessoa com a documento cadastrado, identificando também qual o tipo do documento ao fazer uma série de cruzamento de dados instantaneamente. O sistema também é útil para o reconhecimento facial, o recurso chamado Facematch conta com 98% de precisão na comparação de dados, além de ser completamente automatizado.


Graças ao novo sistema, verificações que podiam levar dias, como verificações de identidade para contas bancárias, duram apenas segundos, facilitando abertura de contas e outros serviços que não podiam ser considerados expressos há algum tempo. E isso não é só para os serviços da Most, praticamente todos os serviços digitais tiveram que se adiantar nesse quesito, não só para que o trabalho fosse mais fácil, como também para que os clientes se beneficiem ao máximo.


A inteligência artificial é o caminho


A diretora comercial da Most, Marcia Cristina Diez, ao comentar sobre o assunto, frisa que nada teria sido possível sem a presença da IA. De fato, temos visto até hoje, alguns frutos do alcance da IA, especialmente nas tecnologias de reconhecimento facial e cruzamento de informações, que são consequência do desenvolvimento do Deep Learning, um braço fundamental da IA.


Gostou desse conteúdo? Quer aprender mais sobre o assunto? Então não se esqueça de conferir outros artigos sobre Biometria de voz e suas aplicabilidades.💙

Comments


bottom of page