fbpx

Os 12 Indicadores de sucesso para medição do departamento de TI

O monitoramento dos indicadores de infraestrutura de TI pode identificar gargalos e oportunidades, reajustar e corrigir falhas e, por fim, aumentar a produtividade e a receita da empresa. Saiba mais no artigo escrito pelo dataholic Henrique Melo.

Já faz tempo que a TI não é mais considerada uma área de atividade auxiliar do mundo corporativo. A tecnologia exerce um papel estratégico no desempenho de uma empresa. A melhor forma de monitorar o desempenho da área é por meio de indicadores de TI. Compreender a importância de rastrear essas métricas e identificar quais são as mais importantes para sua estratégia de negócios é fundamental para otimizar sua infraestrutura de TI e fazer com que ela atinja todo o seu potencial.

Como medir a eficiência de TI?

De um modo geral, os indicadores-chave de desempenho (KPIs) são indicadores que acompanham o desempenho de uma empresa em uma determinada área ou processo específico. Os resultados das medições quantitativas são muito importantes e auxiliam na tomada de decisões para solução de problemas e otimização de processos.

O monitoramento dos indicadores de infraestrutura de TI pode identificar gargalos e oportunidades, reajustar e corrigir falhas e, por fim, aumentar a produtividade e a receita da empresa. A eficiência de TI é medida por meio da análise de indicadores, que podem conter informações sobre o desempenho da equipe, equipamento ou usuário e a relação do cliente com o domínio de TI.

Bons Indicadores de TI estão alinhadas com a estratégia da empresa. Com eles, você pode medir se a infraestrutura está operando alinhada com o negócio, quais melhorias podem ser feitas e como otimizar processos e melhorar o desempenho.

Com isso separei 12 indicadores que toda companhia deve ter para garantir a excelência do seu departamento de TI.

1. Problemas relatados

Determine quais são os problemas mais relevantes relatados por sua equipe e seus clientes, a fim de remediar ou evitar esses problemas em experiências futuras.

2. Utilização de sistemas de gerenciamento de negócios

Verifique quantos usuários estão usando CRM ou ERP. O sistema otimiza os processos internos para maximizar os resultados!

3. Tempo de resposta

O longo tempo de espera é um fator que afeta o negócio e, mesmo que seja resolvido, os usuários podem ficar insatisfeitos, o que afeta diretamente os negócios da empresa.

4. Cálculo do custo do suporte por usuário

Ao considerar especificamente o suporte ao usuário, dê prioridade ao fornecimento de atendimento de alta qualidade no menor tempo possível, sem se preocupar com custos.

5. Cálculo do custo por colaborador

Desfrutar das ferramentas certas é importante, mas considere que sempre haverá inovações ou novidades disponíveis.

6. Cálculo das despesas de TI em relação ao gasto total

As novas tecnologias nunca se esgotarão e é importante fazer os investimentos apropriados para que seu sistema funcione sem problemas, sem afetar o orçamento geral da organização.

7. Média de tempo entre falhas

Como calcular o tempo que se perde com ativos indisponíveis

Tempo médio entre falhas = (Tempo de disponibilidade – Tempo de parada) / Quantidade de falhas.

8. Tempo médio de reparo

É medir quanto tempo, em média, sua equipe pode demorar para resolver um problema.

Tempo médio de reparo = Tempo médio de solução / quantidade de falhas

9. Tempo de disponibilidade

Uma das principais metas da empresa, deve-se sempre manter este indicador alto e o tempo médio de reparo inferior.

10. Tempo de inatividade referente à um problema de segurança da informação

Uma das principais metas da empresa deve ser sempre manter o indicador em níveis altos e o tempo médio de reparo inferior.

11. Quantidade de problemas recorrentes

É a porcentagem de chamados reabertos para o tratamento do mesmo problema.

12. Índice de sucesso de restauração

É calculado a porcentagem de vezes em que a restauração dos sistemas foi bem-sucedida em um tempo considerado aceitável pela companhia.

Espero que esse conteúdo tenha sido útil. Curta, comente e compartilhe com os amigos. 💙

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

Gráfico de Linha Dinâmico

Artigo por: Rafael Barbosa Vou mostrar como fazer um gráfico de linha com medidas dinâmicas e que alteram o tipo de dado sem precisar utilizar indicadores

Leia mais »